Showing posts from: De tudo

30 de março de 2016

6 dicas para sua mala

Com o decorrer das viagens, fui acumulando uma certa experiência – ou melhor, uma coleção de perrengues – em relação à minha bagagem. Passando pelo óbvio: uma única mala (pequena, de rodinhas 360 e de certa qualidade, para que o carrinho não emperre no meio da viagem) e uma mochila (que sirva de mala de […]

Continue lendo

15 de outubro de 2015

“Alívio imediato” – sqn

Costumo brincar que eu estou sempre atrás de 2 coisas numa viagem: água e banheiro. E, como todo mundo sabe, à proporção que se consome a primeira, necessita-se da segunda. Aquela é fácil, já está no hotel (às vezes, a peso de ouro, mas pode representar a salvação). Vc sai com uma garrafinha pela manhã […]

Continue lendo

18 de setembro de 2015

Vesícula láctea (?!)

A vesícula biliar é um órgão pequeniníssimo que armazena a bile produzida pelo fígado para digerir a gordura dos alimentos. Normalmente, nem lembramos que ela existe e ninguém nos dá maiores informações sobre a famigerada, até que ela começa a dar defeito. “Ah, mas tem os sintomas clássicos!” Não, nada disso, não há sintomas clássicos, […]

Continue lendo

20 de agosto de 2015

Poltergeist chileno

No Reveillon de 2014, quando decidimos seguir as pegadas de Neruda no Chile, não imaginamos que teríamos uma experiência super maluca! (?) A programação era irmos de São Paulo a Santiago de avião, alugarmos um carro, seguirmos até Valparaíso, no litoral do Pacífico, onde ficaríamos por uma semana, visitando também Viña del Mar e Isla […]

Continue lendo

25 de julho de 2015

Mala sem alça

Minha primeira mala, “aquela”, aquela que eu mesma escolhi (sem interferência de meus pais) e comprei (com meu próprio dinheiro, fruto de meu trabalho) era… quase um sarcófago! Se alguém me matasse, poderia me colocar dentro dela, que eu caberia. Não sei o que passou na minha cabeça pra comprar uma mala daquela! Na verdade, […]

Continue lendo

17 de junho de 2015

Dedo podre

Não, não estou me referindo às escolhas amorosas, até porque, neste quesito, posso me considerar uma afortunada (beijos, amor!). Estou falando daquele sinalzinho que se faz para chamar um táxi. É, aquele gesto antigo, com o braço esticado e o dedo indicador mais ainda, que vc faz para parar o táxi na rua, ou o […]

Continue lendo

9 de junho de 2015

O que me representa?

Ultimamente, tenho me sentido desconfortável ao preencher alguns cadastros. Claro que eles não são novidade na minha vida, muito pelo contrário. Talvez, e justamente pelo fato deles não serem tão numerosos como outrora, hoje me deparo com questões inusitadas, difíceis mesmo de responder, algumas, inclusive, reflexões filosóficas insolúveis! No último, tive que dizer qual era minha […]

Continue lendo

30 de maio de 2015

Uma vegetariana pelo mundo – ou uma tentativa…

Desde que me conheço por gente, sou glutona. Como de tudo, e muito. Com apenas uma exceção, feijão. Nem pensar, não posso nem ver. Por causa da ditadura da feijoada, evito restaurantes estilo self-service para não ter nem que ficar encarando o dito cujo no prato alheio. Argh!  Na infância, minha alimentação se baseava no […]

Continue lendo

21 de maio de 2015

Envelopando Helena

Não sei se por causa da minha dificuldade de dormir e/ou do tempo que perco escolhendo elementos relativos ao sono, como colchão (macio, firme, molas…), travesseiro (Nasa, trigo, macela…), edredom (penas, fibra…), ar condicionado, umidificador de ar, etc, etc, mas algo que tem me intrigado muito ultimamente é a forma como as pessoas dormem, principalmente […]

Continue lendo