20 de abril de 2018

“Em ritmo de aventura”

Prometi que não falaria mais sobre taxistas, até porque não  usaria mais táxi, mas, no último final de semana, estive no Rio de Janeiro e, por razões alheias à minha vontade, passei três dias andando de táxi. Eu sei, eu sei, se já não bastasse o meu dedo podre para a escolha de táxi, ainda […]

Continue lendo