27 de agosto de 2015

L’Âge de mûr – Camille Claudel

Meu primeiro contato com Auguste Rodin foi por meio do filme Camille Claudel, de 1988. É, eu sei… foi tudo errado… de cara já agarrei um ódio naquele barbudo! Argh! O filme é um sofrimento só! Em 175 longuíssimos e arrastados minutos, a linda – e triste e descabelada – Isabelle Adjani – sofre, sofre e… […]

Continue lendo